Curiosidades

Exportações gaúchas caem 3,1% no segundo trimestre, aponta Fiergs

Instituição citou a crise argentina, embargo russo à carne suína e greve dos caminhoneiros como responsáveis

Publicada em 10/07/18 às 18:57h - 34 visualizações

por TIRSUL


Compartilhe
   

Link da Notícia:

As exportações gaúchas caíram 3,1% no segundo trimestre de 2018, em relação ao mesmo período de 2017. Em relação a indústria de transformação, o recuo foi maior ainda: 7,5%. Por sua vez, as importações totais subiram 12,7%, chegando a US$ 2,57 bilhões. Todos os segmentos mostraram altas consistentes, incluindo Bens intermediários (11,5%), Bens de capital (18,9%), Combustíveis e lubrificantes (18,4%) e Bens de consumo (8,1%). Os números foram divulgados nesta terça-feira pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs).

Para a Fiergs, a crise cambial na Argentina e a redução das vendas de carne suína provocada pelo embargo da Rússia, no contexto externo; e a greve dos caminhoneiros, no contexto interno, foram responsáveis pela forte retração.

“O cenário externo atual impõe desafios ao setor exportador gaúcho, ao afetar negativamente a demanda de alguns dos nossos principais parceiros comerciais. Ainda que a desvalorização da taxa de câmbio observada nos últimos meses ajude na competitividade das nossas mercadorias, o aumento da volatilidade da cotação é ruim para o planejamento das empresas. A complexidade do quadro econômico e político interno também contribui para o aumento da incerteza e a retenção da produção”, explica o presidente da Fiergs, Gilberto Porcello Petry.

A greve dos caminhoneiros contribuiu para o declínio de 8,7% do volume de cargas embarcadas pelo Porto de Rio Grande entre maio e junho: 417 mil toneladas a menos em termos absolutos. Já a venda de carne suína para os russos caiu 56,6% em função do embargo. Treze das 23 categorias do setor industrial que realizaram alguma operação de exportação no segundo trimestre registraram queda, cinco tiveram expansão e cinco se mantiveram estáveis. 

Na análise de junho de 2018 com o mesmo mês de 2017, as exportações do Rio Grande do Sul alcançaram US$ 1,47 bilhão, recuo de 12,9%. Desse total, a indústria foi responsável por US$ 972 milhões, retração de 18%. As maiores contribuições para esse resultado vieram de Alimentos (-40,6%), Químicos (-25,4%), Tabaco (-25,6%), Máquinas e equipamentos (-22,4%), Materiais elétricos (-53,8%) e Veículos automotores, reboques e carrocerias (-11,8%). Já Celulose e papel (71,4%), Couro e calçados (6,3%), Borracha e plástico (17,4%) e Móveis (28,6%) foram os destaques positivos.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.







Nosso Whatsapp

 (55)9 9691 2033

Visitas: 229494
Usuários Online: 111
Copyright (c) 2018 - TIRSUL - Estamos felizes por você estar aqui, compartilhe conosco suas idéias e comentários.